Ciente de seu papel socioambiental, a Fiagril tem a missão de contribuir para o desenvolvimento sustentável, seja por meio de tecnologias e de modernos processos de gestão do ciclo produtivo, seja por meio de iniciativas e projetos que estimulem as boas práticas no campo.

Por isso, nossa preocupação em estabelecer vínculos de parceria que representem uma certificação de boa procedência, qualidade, transparência nos negócios e, sobretudo, idoneidade e respeito aos padrões internacionais de comércio.

Projetos Ambientais

SGA

imagem

Sistema de Gestão Ambiental
A Gestão Ambiental é um sistema administrativo empresarial que dá ênfase na sustentabilidade, que visa o uso de práticas e métodos gerenciais para reduzir os impactos ambientais em suas atividades econômicas.

Métodos e objetivos principais do Sistema de Gestão Ambiental:
-Aplicação de métodos que visem a manutenção da biodiversidade
-Adoção de sistemas de reciclagem de resíduos sólidos
-Utilização sustentável de recursos naturais
-Tratamento e reutilização da água e outros recursos naturais dentro do processo produtivo
-Criação de produtos que provoquem o mínimo possível de impacto ambiental
-Uso de sistemas que garantam a redução na poluição ambiental
-Palestras aos funcionários para que conheçam o sistema de gestão ambiental da empresa, sua importância e formas de colaboração
-Criação de programas de pós-consumo para retirar do meio ambiente os produtos, ou partes deles, que possam contaminar o solo e rios por meio do recolhimento e destinação correta de: pilhas, baterias de telefones celulares, resíduos eletrônicos e óleo saturado.

Programa Novo Óleo

imagem

Transformando óleo de cozinha usado, em energia renovável
O Programa Novo óleo vem desde 2009 promovendo a conscientização e sensibilização ambiental da comunidade local sobre a destinação adequada dos resíduos de óleo de cozinha utilizado. Hoje com quatro unidades em parceria com a Cooperativa Sicredi que apoia o programa, tem a possibilidade de contribuir tornando o planeta melhor.

O recolhimento do óleo acontece de segunda a sexta-feira nas residências, bares, restaurantes, fazendas e demais pontos de coleta cadastrados. O resíduo armazenado é recolhido e reutilizado na transformação de biodiesel.

O programa funciona da seguinte forma: os participantes entregam dois litros de óleo usado e recebem na troca um cupom, a soma de três cupons poderá ser trocada por um novo recipiente de 900ml de óleo de cozinha. Eles ainda concorrem a prêmios ao final de cada ano, já os participantes com grande volume de óleo conseguem a cada 50 litros de óleo usado, um recipiente de cinco litros de produto de limpeza.

LIGUE E PARTICIPE:
Lucas do Rio Verde (65) 3549-8949 ou 9997 1763
Nova Mutum (65) 3308 2555 ou 9995 7205
Sinop (66) 3535 1150 ou 9629 1680
Sorriso (66) 3545 7970 ou 9991 5403

SustentHabilidade

imagem

Habilidade em ser Sustentável
O principal objetivo do Projeto SustentHabilidade é orientar as filiais quanto às adequações necessárias à Política Nacional de Resíduos Sólidos. A PNRS dispõe diretrizes relativas ao gerenciamento ambientalmente adequado dos resíduos sólidos. Dentre os vários instrumentos da PNRS encontram-se os planos de gerenciamento de resíduos sólidos industriais (PGRSI), a coleta seletiva, a educação ambiental, a pesquisa científica e tecnológica e a avaliação de impactos ambientais.

Inventário de Emissões e Compensação de Gases de Efeito Estufa

imagem

Medindo nossas emissões
O Inventário é fundamental para que se conheça o nível de emissões de gases de efeito estufa (GEE) e suas principais fontes. Este documento é indispensável para a análise das questões relacionadas à intensificação do efeito estufa causado pelas atividades humanas. Desta forma, a elaboração do inventário de emissões de gases de efeito estufa é o primeiro passo da organização pela eco-eficiência, pois possibilita o conhecimento da dimensão de suas reais emissões no processo de concentrações de gases. A Fiagril busca atingir todas as metas de redução de emissão desses gases com programas e campanhas em todas suas filiais, além de promover a troca de materiais obsoletos.

Moratória da Soja

Estabelecido em julho de 2006, este acordo entre a sociedade civil, a indústria e o governo brasileiro firma o compromisso dos signatários em não comercializar ou financiar soja produzida em áreas que foram desmatadas no Bioma Amazônia.
Nesse sentido, somos signatários da Moratória da Soja: não adquirimos grãos oriundos de áreas de desmatamento ilegal e bloqueamos fornecedores embargados.
Esse acordo vem ajudando a mudar a realidade do campo e estudos internacionais apontam que ele foi cinco vezes mais eficiente em reduzir o desmatamento do que todas as leis florestais existentes no Brasil.

Terrasafe

Monitoramos nossos fornecedores por meio do software Terra Safe, para nos assegurar que estes não estão degradando o berço das águas do bioma, e também orientamos e incentivamos os produtores a cuidar desse recurso. Temos como compromisso não negociar grãos provenientes de áreas embargadas e nos pautamos em análises socioambientais com o objetivo de certificar que os fornecedores sigam os principais critérios sustentáveis.

Soja Plus


O programa tem como meta preparar gratuitamente o produtor rural para atender as demandas de mercado de maneira mais sustentável.