Imprensa e Mídia

23/06/2023

Fiagril se torna mantenedora de projeto de apoio ao desenvolvimento da educação em MT.

Fiagril se torna mantenedora de projeto de apoio ao desenvolvimento da educação em MT.

O apoio faz parte da responsabilidade social da empresa de incentivar projetos sociais

A empresa Fiagril se tornou a mais nova mantenedora do projeto GEMTE (Grupo Empreendedor Mato Grosso em Evolução), de apoio ao desenvolvimento da educação para transformar o segmento em Mato Grosso em uma referência nacional até 2040. A ação faz parte da responsabilidade social da empresa, de incentivar projetos e ações para a promoção do desenvolvimento humano, em benefício da sociedade.

O projeto é desenvolvido pela GEMTe, organização social civil privada de interesse público e suprapartidária, e tem o objetivo de atuar para a construção, desenvolvimento e monitoramento estratégico de políticas educacionais de Estado que se mantenham ao longo dos governos. E, com isso, apoiar a evolução da educação em Mato Grosso, por meio da gestão de projetos e governança. O GEMTE é viabilizado pelo o apoio atualmente de 21 mantenedores empreendedores sociais, que contribuem com o aporte financeiro e técnico para que ocorra a melhoria dos indicadores da educação no Estado e Municípios de Mato Grosso, com as metas bem definidas para 2026, 2032 e 2040, a visão é de que educação se constroem no médio e longo prazo com políticas que vão além de um só governo e perpassa ao longo das administrações como Política de Estado.

Guilherme Alves, responsável pelo projeto GEMTE, explica que a organização é recente, mas já tem causado grandes impactos no setor da educação. O GEMTE contratou a Falconi Consultoria e realizou a doação de um diagnóstico sobre a educação em Mato Grosso ao Governo do Estado, além de auxiliar na elaboração do Planejamento Estratégico da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), ambos no ano de 2021.

Também apoiou a construção do Programa “Educação 10 anos” e seu respectivo decreto de implementação, bem como o desenvolvimento de programa de monitoramento de políticas públicas, em 2022. Já neste ano, passou a investir no relacionamento de governança de projetos educacionais apoiados por instituições do terceiro setor, tais como Fundação Natura, Fundação Itau Unibanco, Associação Bem Comum, Instituo GESTO , etc.

“É fundamental esse aporte técnico e financeiro para ajudar uma organização que tem como missão auxiliar o Estado a transformar a educação e torná-la referência em 10, 20 anos. E a Fiagril, participando desse grande desafio que está só começando, está fazendo uma grande diferença nesse processo em um nível estratégico e fundamental para o projeto”, disse.

Na prática, o GEMTE atua sob seis vertentes importantes: impacto educacional, equidade e diversidade, tecnologia e educação, valorização profissional, gestão para resultado e infraestrutura. Tudo com o objetivo de melhorar os indicadores e metas globais referentes à educação e ao desenvolvimento integral das capacidades humanas desde os anos iniciais.

“O projeto envolveu, neste primeiro momento, uma atuação do GEMTE junto a Secretaria de Educação, que possui uma abrangência de 680 escolas estaduais, a atuação do GEMTE é em nível estratégico e apoiando a Secretaria de Educação no formatação das 30 políticas públicas que influenciam o trabalho em todas as escolas e para todos os alunos. Essas 30 políticas públicas se desdobram em 150 projetos, que estão sendo implementados pelo Estado e que vão mudar a realidade desde o ensino fundamental até o ensino médio, bem como a política de colaboração entre Estado e Municípios”, afirmou.

As políticas públicas consideram as questões de impacto direto no ensino e aprendizagem, a fim de posicionar o aluno no centro desse processo, a redução da desigualdade de aprendizado entre estudantes, escolas, comunidades e cidades, além do uso da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem e melhoria da qualidade.

Também são consideradas a formação, valorização e estruturação da carreira na educação alinhadas à progressão por desempenho, bem como a gestão para resultados das redes, envolvendo indicadores de desempenho, metas e governança, além da melhoria da ambiência escolar, bem como a implementação de tecnologias nas escolas que apoiem o aprendizado.

Ainda de acordo com Guilherme, a segunda etapa do projeto que começou no dia 20/06/2023, com os municípios de Chapada dos Guimarães, Campo Verde, Diamantino, Barra dos Bugres e Canarana, será levar todo o conhecimento em Diagnóstico, Gestão e indicadores a estes municípios, para atuar diretamente na construção de modelos estratégicos de ação e no monitoramento de políticas públicas educacionais municipais. Essa etapa contará com a parceria da Fundação Dom Cabral.

“Acreditamos que a mudança para transformar a qualidade da educação no estado necessita da participação dos municípios. E nós estamos construindo uma metodologia, que vamos levar para cinco municípios pilotos e, a partir da maturidade, vamos implementar esse projeto de acordo com as características educacionais dos municípios. Então, vamos ajudar os municípios a pensarem a gestão e a criarem indicadores que venham a fazer a transformação na educação”, concluiu Guilherme.

Para Henrique Mazzardo, CEO da Fiagril, apoiar as ações de impacto social relevantes, como é o projeto GEMTE, faz parte do compromisso da empresa, ao longo dos seus mais de 35 anos de existência, de investir no capital humano a fim de contribuir para a construção de uma sociedade melhor graças ao poder transformador da educação.

“O princípio da responsabilidade social começa na educação, pois é a educação que atua diretamente na qualidade de vida das pessoas envolvidas.  É por meio de um ensino de qualidade que se formam indivíduos conscientes, capazes de ler o mundo e transformá-lo. E nós, como uma empresa que preza por transformar vidas, conectando a produção sustentável com o mundo, não podíamos deixar de apoiar um projeto que vai mudar a educação de Mato Grosso”.

Dessa forma, o projeto GEMTE se inclui no rol de iniciativas sociais apoiadas pela Fiagril nos estados de Mato Grosso, Tocantins, Pará e Rondônia, onde a empresa está presente como referência na oferta de serviços de distribuição de insumos agrícolas e assistência técnica ao produtor.

Além disso, a Fiagril também é destaque na originação de grãos e na produção de biodiesel e realiza negócios com mais de 10 países, principalmente por meio de transações com o continente asiático.

Leia também

Forbes Agro100 2023: O ano das maiores empresas do agronegócio brasileiro

Conheça os destaques do agro da lista Forbes de 2023, um retrato da pujança do setor, mesmo em […]

Leia mais

Anuário Melhores Do Agro

A empresa ficou em 3º lugar na categoria Produção Agrícola, em 7º entre as principais do Centro-Oeste e […]

Leia mais

Confia Fiagril

Produtores rurais agora podem fazer assinatura eletrônica utilizando aplicativo Com o objetivo de colocar informações de qualidade na […]

Leia mais

COMUNICADO

Comunicado Comunicamos que foi registrado um incêndio de pequenas proporções e sem ocorrência de vítimas no Centro de […]

Leia mais