Notícias

02/07/2017

Fiagril promove encontro com presidente da empresa chinesa Dakang International

A Fiagril, em parceria com a Belagrícola (empresa do agronegócio sediada no PR), promove, na próxima terça-feira (04.07), em São Paulo (SP) um encontro entre executivos da empresa chinesa Dakang International Food Agriculture e representantes dos principais parceiros de negócio.

O evento tem como objetivo promover a troca de experiências, compartilhar informações e reforçar o vínculo entre as empresas associadas

Entre os temas do encontro está uma apresentação do CEO da Dakang International, Ge Junjie, que abordará a amplitude dos negócios da companhia chinesa em todo o mundo.

Para o CFO da Fiagril, Henrique Mazzardo, este é um excelente momento de interação. “É muito importante tanto para nós, quanto para os executivos chineses, que ocorram encontros como este para compartilharmos as estratégias das duas empresas”, afirma Mazzardo.

No ano passado a Dakang - braço do agronegócio da holding Pengxin – comprou 57% da Fiagril Ltda. Desde então reuniões e visitas são feitas regularmente para alinhar os projetos e garantir a governança da empresa.

Integração

Recentemente uma comitiva composta por executivos da Fiagril participou de um programa de imersão cultural, organizado pelo Ministério do Comércio da China, que durou 14 dias. Além da Fiagril, foram convidados executivos de empresas que também possuem capital chinês como a Belagrícola e a Cofco.

A comitiva visitou as principais cidades do país: Pequim, Hangzhou e Xangai onde aprenderam um pouco sobre a história, cultura, idioma e gastronomia. No entanto, o foco principal foi econômico, principalmente as relações comerciais entre Brasil e China.

Eles conheceram grandes empresas dos ramos tecnológico, logístico (setor ferroviário), de segurança e energia solar.

Para o gerente de Riscos da Fiagril, Guilherme Kummer, o maior desafio a ser superado é a comunicação. Ele ressalta também a diferença na agilidade dos processos para o crescimento econômico entre os dois países. “Na década de 80 o governo brasileiro tinha mais projetos de ocupação territorial e infraestrutura do que a China. O que vemos depois de 30 anos é que a China construiu muito mais que o Brasil, o que deu condições de crescimento à sua economia. Este crescimento proporcionou a estratégia de Go Out, que significa a saída de seus investidores para que eles expandam seus negócios pelo mundo”, reforça Kummer.

Os executivos da Fiagril também se reuniram com os diretores da Dakang. A equipe financeira participou da reunião anual do grupo financeiro global do grupo, cujo principal objetivo foi a integração com a equipe de finanças da empresa chinesa, além de discutir e alinhar vários pontos relacionados à área financeira e gestão e controle dos negócios. Segundo o coordenador Contábil Rafael Barbosa, os principais pontos abordados foram: requerimentos e exigências legais de uma empresa listada na Bolsa de Valores chinesa, requerimentos de auditoria, orçamento e controle, reporte das informações financeiras, entre outros.

“Foram dias de imersão na cultura corporativa da China e pudemos perceber o quão profissionais eles são. Com certeza o nível de exigência relacionado à qualidade dos nossos trabalhos será cada vez maior, mas acredito que com o engajamento de todos podemos fazer da Fiagril uma empresa referência no Grupo Dakang International, ” finaliza.

compartilhar